Encontrar desafios ou barreiras no ambiente de trabalho é uma situação comum, para a maioria dos gestores. A forma como se lida nestas situações é que define o sucesso ou o fracasso de de um líder.

Sobre este assunto, Lee Bolman e Terrence Deal, desenvolveram a Abordagem dos Quatro Quadros (Four Frames), publicada no livro “Reframing Organizations“, de 1991.

O trabalho dos autores sugere um modelo no qual quatro quadros (ou perspectivas) podem ser utilizados para analisar situações distintas, geralmente desafiadoras, pelas quais um líder pode passar.

Quadro 1: Estrutural

Este quadro está relacionado como o modo de organização e estruturação dos grupos e equipes, visando a obtenção de melhores resultados, assumindo que o trabalho deva atingir resultados específicos.
Nesta perspectiva, deve-se avaliar quais são os resultados (positivos e negativos), trazidos pelo grupo ou equipe no qual você esteja inserido.

Quadro 2: Recursos humanos

Este quadro aborda o elemento “pessoas” e como são satisfeitas as suas necessidades básicas. Nesta perspectiva, assume-se que a organização terá mais sucesso, se satisfeitas as necessidades de todos os trabalhadores. isto pode ocorrer através de dinâmicas interpessoais e práticas de grupo, onde o foco é o colaborador.

Uma visão sistêmica de como cada um contribui no grupo pode compor uma visão diferente para um problema distinto.

Quadro 3: Político

Neste quadro, a ênfase é dada para a análise de como lidar com o poder e os conflitos. A geração de coalizões e a habilidade de lidar com políticas internas e externas, pode trazer um novo enfoque para diferentes situações.

Quadro 4: simbólico

O quadro simbólico está centrado na visão e inspiração, buscando moldar uma estrutura que vislumbre uma cultura que dê propósito e significado ao trabalho em questão.

A ideia é que o modelo possa ser utilizado para trazer novas perspectivas para determinadas situações, a partir de ângulos diferentes.
Busque “reenquadrar” as situações em cada uma das quatro molduras, então você poderá decidir qual quadro combina melhor com o contexto analisado. Considerar isto pode fazer com que você sinta mais confiança ao tomar uma decisão.

Quando tudo parece confuso, a técnica dos quatro quadros, pode trazer maior clareza, gerar novas opções e achar estratégias que funcionem.

Deixe abaixo seus comentários, terei o maior prazer em respondê-los!

Abraço!

Deisi Nara

×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale pelo Whatsapp