Hoje abordarei um tema que está diretamente ligado ao desenvolvimento de pessoas: as crenças. Ao longo dos meus anos de trabalho, já apoiei inúmeras pessoas na superação de desafios pessoais ou profissionais. E, independente dos recursos utilizados, muitas estavam buscando identificar e transformar crenças limitantes em crenças fortalecedoras. Realmente é fundamental olhar para esta crenças, pois são elas que constróem os resultados na vida!

Provavelmente você está vivendo situações diárias que são reflexos de suas crenças. Problemas com alguma pessoa da equipe de trabalho, um colaborador ou líder “muito difícil” de lidar. Nestes casos, pode ser que você sinta que estas pessoas tenham que mudar suas metodologias de trabalho. Ainda, pode ser que perceba as suas finanças em níveis abaixo dos que gostaria ou acha adequado, resolvendo determinadas situações e percebendo o surgimento de outras que também julga serem importantes…
Algumas pessoas experienciam problemas recorrentes em seus relacionamento afetivos, afirmando para si mesmas que nunca encontram a pessoa certa! Observe as pessoas a sua volta, não é isso que acontece? Você consegue perceber um padrão?
Agora pense um pouco. Em que área da sua vida as coisas estão sempre mais tumultuadas ou complicadas? Você muda de empresa, de cidade, de relacionamentos, de amigos, mas aquela situação se repete? Eu costumo dizer que mudanças externas não adiantam (na maioria dos casos), é preciso mudar internamente para perceber isso em sua vida!
Harry Palmer, psicólogo educacional e estudioso de filosofia oriental, usa uma metáfora para facilitar o entendimento sobre crenças. “Existe um mundo factual, onde as coisas são como são e ninguém discute sobre elas. Ao olhar um muro de tijolos, todos sabem que é um muro de tijolos.”
Mas, sabe-se que cada um pode ter uma consideração diferente sobre o muro. Alguns podem achar o muro lindo! Outros, terrível!! Alguns podem entender que o muro está impedindo de chegar no lugar onde querem. Neste sentido, estas considerações estão sendo filtradas pelas crenças pessoais de cada um.
Crenças são “verdades absolutas” que você admite em situações distintas. O problema é que a maioria das pessoas não tem consciência destas crenças e deixam-se conduzir pela vida, como na música “...deixa a vida me levar, vida leva eu...”. Seguem vivendo como se estivessem adormecidas, dia após dia driblando problemas e acreditando que a vida é assim mesmo.

E você, já parou para pensar sobre quais são suas crenças e como elas afetam sua vida? Proponho um exercício de autoria de Anthony Robbins, famoso palestrante motivacional.
Pegue lápis e papel e desenhe uma mesa e sobre essa mesa perceba os resultados que você produz hoje em sua vida. Para cada pé da mesa, escreva uma crença que está sustentando esse resultado. Busque entender se essas crenças que você escreveu estão sendo úteis ou sabotadoras em seu sucesso. E se identificar crenças limitantes, busque recursos para transformá-las! Estes recursos são encontrados em processos de Coaching, PNL e psicoterapias, cada um com resultados e métodos específicos. Você pode fazer esse exercício olhando para cada área da sua vida separadamente: relacionamento afetivo, família, saúde, trabalho, dinheiro…

E lembre-se, “Se você acreditar que pode ou não pode, de qualquer forma você estará certo.” Henry Ford
Eu prefiro acreditar que posso!! E você??

Abraço, Deisi.

×

Powered by WhatsApp Chat

× Fale pelo Whatsapp