Em tempos de mudança no mercado de trabalho e economia desacelerada, há profissionais extremamente qualificados em busca de uma nova posição e que necessitam saber que Resiliência não é resistência.

Nesse momento a frase mais frequente que escutamos é

Você precisa ser resiliente

Apesar de comum, a frase merece uma série de cuidados acerca seu real significado.

O que é resiliência?

Resiliência - A Capacidade de se adaptar

O termo resiliente é emprestado da física e na psicologia significa a capacidade de lidar com problemas, adapta-se e resistir ao choque de situações adversas.

Mais do que isso, a resiliência não é uma característica permanente, mas sim depende da situação e a interpretação que temos dela. Ou seja, em alguns momentos podemos ser resilientes e em outros não.

Ser resiliente ou resistente?

Resiliência x Resistência

Frente ao mercado, ser resiliente não significa ser resistente.

As vezes a insistência em voltar para “determinada posição” ou a busca pelo “novo emprego dos sonhos” e o apego a situações do passado não caracterizam resiliência, mas sim a resistência diante de mudanças exigidas .

Mudança e aceitação da nova condição de vida faz parte da resiliência, assim como a busca de novos recursos ou atividades.

Um dos termos novos discutidos no mercado é a trabalhabilidade e a possibilidade de gerar trabalho, tema para um próximo post.

Qualquer movimento que privilegie o passado é um movimento de resistência, o qual não colabora para o desenvolvimento profissional.

Afinal, você está sendo resiliente ou resistente frente as mudanças de mercado?
Vale o questionamento e a mudança de atitude

Ana Braun – Coach formada pelo ICA

× Fale pelo Whatsapp